Fones: (41) 3320.3685 / (41) 3322.1056
  MENU
Empresa
Quem Somos
Sede
Serviços
Convênios
Agendar Consulta
Novidades
Artigos
Pesquisa Clínica
Links Úteis
Contato
   :: NOVIDADES
  <  voltar  
 
28/06/2010 |
PET CT torna-se obrigatório
PET CT torna-se obrigatório

Mais um capítulo da novela Planos de Saúde X ANS: a partir de hoje (7 de junho 2010) 43,7 milhões de brasileiros deverão ter acesso à novos procedimentos médicos incluídos na cobertura obrigatória dos planos de saúde, dentre estes o PET - SCAN , exame de imagem que dentre outras características permite detecção precoce de tumores. Passa a vigorar o novo rol mínimo que as empresas devem ofertar para contratos assinados a partir de 1999.

Importante: a lista não impede o usuário de reivindicar tratamentos necessários e não incluídos. As novas coberturas, porém, trazem limitações. No caso do PET-scan, por exemplo, o exame só poderá ser usado para suspeita de linfoma e câncer pulmonar.

A inclusão destes 73 novos procedimentos obrigatórios não deve encerrar ainda o debate entre operadoras e consumidores sobre os valores e a extensão da cobertura dos planos.A ANS promete ficar atenta às novidades do mercado médico e , dependendo da necessidade e demanda, incluí-los como obrigatórios para os planos de saúde.

Por outro lado, as operadoras de planos têm uma série de reclamações.Alegam que terão prejuízos com as novas exigências, já que o governo só permitirá reajustes referentes aos novos procedimentos em 2011. A Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge) entrou com ação na Justiça pedindo a suspensão do novo rol.

A entidade estima que as mudanças terão um impacto de 5,7% nas despesas das operadoras o que somado ao aumento constante da sinistralidade inviabilizará muitas dessas entidades. O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) questiona. "Procedimentos mais modernos e menos invasivos podem ser mais caros que os anteriores, mas reduzem os gastos com internações", avalia Maíra Feltrin Alves, advogada do Idec.

Enquanto isso, os médicos vêem seus honorários bastante reduzidos, principalmente os cirurgiões e especialistas em diagnóstico por imagem.

Fonte: Radiology